Acupuntura na Gravidez

Você pode ter tido uma longa jornada com várias intervenções médicas para chegar até aqui. Agora é hora de relaxar, deixar a mãe natureza fazer seu trabalho e curtir sua barriga crescendo.

A gravidez é um momento maravilhoso na vida de uma mulher. Muitas mulheres relatam sentir-se mais saudáveis do que nunca sentiram antes; no entanto, o crescimento físico do bebê e as alterações nos níveis hormonais podem causar dor, desconforto e uma variedade de problemas de saúde.

Acupuntura pode fornecer uma alternativa segura e eficaz para muitas das complicações de saúde que podem surgir antes, durante e após a gravidez.

Após a expectativa pela confirmação da gravidez, começamos a viver intensamente esta nova fase, mas logo recebemos a noticia de que a gravidez no primeiro trimestre ainda é sensível e por esta razão, muitas mulheres e casais decidem adiar a notícia para amigos e familiares para poder ter esta segurança extra de que a gravidez está evoluindo perfeitamente.

Infelizmente existe uma taxa alta de abortos espontâneos por diversos motivos e são muito difíceis de serem diagnosticados, alguns deles infelizmente não tem como serem evitados como os decorrentes de anomalias cromossômicas, porém existe uma lista de outras razões que estão ligadas a algum problema no organismo da mulher. Entre alguns fatores comuns temos o aloimune, ou seja, o corpo rejeita o feto por acreditar ser um organismo invasor. A acupuntura demonstrou ter efeitos imunomoduladores significativos. Este efeito pode revelar-se importante na redução do risco de rejeição pelo sistema imune da mãe nos primeiros dias à medida que a implantação do embrião e a gravidez são estabelecidas.

Outro fator que a acupuntura tem se mostrado muito eficaz é quando há algum risco de aborto por distúrbios hormonais como por exemplo quando existe uma deficiência na produção de progesterona, hormônio que tem função importante para evitar o descolamento da placenta.

A acupuntura pode também ser usada para relaxar o útero e prevenir contrações uterinas, aumentar a espessura e qualidade do endométrio, melhorar o fluxo sanguíneo para prevenir coágulos e diminuir o stress comum neste momento de tantas mudanças.

Um estudo publicado no Ob/Gyn News em Janeiro de 2005 incluindo 131 mulheres que se submeteram ao tratamento de FIV ou ICSI comprova a eficiência da acupuntura. No grupo de mulheres que aceitaram o tratamento de acupuntura teve 8% de abortos espontâneos contra 14% de abortos no grupo de mulheres que não fizeram acupuntura. Concluindo que a acupuntura pode reduzir quase pela metade o número de abortos espontâneos, ou em outras palavras, a acupuntura pode reduzir pela metade a chance de se passar por esta experiência tão difícil.

Além de auxiliar na segurança dos primeiros meses de gravidez a  acupuntura pode desempenhar um papel vital no conforto de uma mulher grávida. Há evidências sólidas para apoiar que a acupuntura é altamente eficaz no tratamento de alguns dos problemas mais comuns experimentados durante a gravidez, incluindo enjôos, azia, insônia, cansaço, alterações do sono, enxaquecas, retenção líquida, funcionamento do intestino e ciática.

A hiperemese gravídica é uma condição mais grave semelhante ao enjôo. A acupuntura pode ser de boa ajuda para resolver esta condição. Também pode ajudar a parar os sangramentos ou corrimentos nos primeiros meses de gravidez. Lembrando que durante a gravidez é muito importante evitar o uso de medicamentos e a acupuntura é um tratamento totalmente natural.

As mulheres grávidas que sofrem de depressão e ansiedade também podem ter benefícios desta técnica. Todas as mulheres se beneficiarão em receber acupuntura durante a gravidez. A acupuntura é valiosa para garantir uma mãe e um feto saudáveis e direcionar sintomas pré- existentes e relacionados a gravidez durante a gravidez.

Saiba mais sobre este tratamento

Fale com a Dra. Aniele e tire suas dúvidas!